Gestarmauriti's Blog

RELATÓRIO – V GESTAR II | junho 30, 2010

Da Teoria a Prática – TP3
Conteúdo: texto poético e subclassificação do texto poético:cordel
ATIVIDADE –
Público Alvo: Alunos da EJA – 8º/9º
Turno: Noturno
Escola: Centro Educacional de Mauriti – CEM
Professora: Fca. Mary Ane do N. Ramalho Furtado
A atividade que será discorrida tratou-se do texto poético e da
subclassificação do texto poético: O cordel. Embora âmbos sejam literários, o objetivo é
trabalhar a diferença dos referidos textos, destacando a relevância de âmbos.
Assim, os textos que serviram de base para o estudo foram os textos: “As sem-
razões do amor (poema), Satanás trabalhando no roçado de São Pedro(subclassificação do
texto poético) e Sou cabra da peste (subclassificação)”.
Iniciou-se a presente atividade por meio da leitura oral dos textos poéticos
referidos anteriormente, seguindo de comentários do educador acerca do conteúdo em estudo,
e posteriormente do processo interativo em que docente e discentes analisam as semelhanças e
diferenças mais marcantes entre o gênero poético e o cordel de forma coletiva e registrando no
quadro-de-giz.
Desta forma, após analisarem as semelhanças e as diferenças entre os textos,
conforme visto anteriormente, o
educador apresentou conceitos, visando maiores
esclarecimentos sobre os conteúdos em evidência. E em seguida redigiu no quadro-de-giz o
Resumo seguinte:
Caracteristicas do gênero poético
Os textos podem ser produzidos por uma ou mais estrofes;
A estrofe é o grupo de versos em que os poetas dividem seus poemas;
O ritmo poético é resultante de vários recursos formais linguísticos, entre eles a rima e a
métrica;
Rima é o jogo sonoro que se constrói por sons semelhantes, ou mesmo iguais, usados ao final
de cada verso;
Métrica é o jogo entre o número de sílabas que constituem os versos;
Rima e métrica recebem diferentes valorizações em diferentes escolas literárias.
Mas não só de rima e métrica se faz o texto poético. Também o jogo de sílabas
tônicas, dos fonemas vocálicos e consonantais e a pontuação desempenham importante papel
na obtenção do ritmo poético. Por isso, é importante lermos versos em voz alta.
Além disso “musicalidade” ou melodia do poema, a linguagem poética também
explora muito o jogo de sentidos e as idéias figuradas ou conotativas.,
Os critérios para caracterizar uma forma literária ou poética podem variar de
época para época. Mas uma coisa permanece constante: na linguagem literária, tão
importante quanto dizer é o como dizer. Por isso, forma e conteúdo são inseparáveis.
Caracteristicas do gênero poético: o cordel
O cordel é um gênero textual com origem na Idade Média, que ainda hoje tem
uma função social de ensinamento, de aconselhamento, de transmissão de informações.
Quanto à forma, apresentas caracteristicas do gênero poético, com rima,
métrica e disposição das informações em verso.
Originalmente uma narrativa oral popular, o texto de cordel conserva marcas
de oralidade e a forma em verso tem objetivo de facilitar a memorização para ouvintes muitas
vezes analfabetos.Representa também uma transição entre a cultura popular e a literária.
Como os gêneros ficam marcados por sua história, por seu uso, as mudanças no
cordel, e nas funções que desempenham ao longo da história, confirmam as caracteristicas do
gênero como produto histórico, ligado às condições de sua produção e à situação
sociocomunicatica.
É pelo conjunto de caracteristicas, não apenas por uma ou outra isoladamente,
que se pode dizer que este é um gênero poético, e que, no âmbito desse gênero, recebe a
subclassificação de cordel, por apresentar, predominantemente, form em verso, finalidade de
aconselhamento, marcas de oralidade, público original muitas vezes analfabeto, temas do
cotidiano.
Estrutura do Cordel:

Número variável de páginas:8, 16,32 ou 48;

Os folhetos de 8 e 16 páginas, contam algo ocorrido na região, os chamado versos
noticioiosos. Funcionam como joranis. Mesmo já sabendo o que aconteceu, a população
compra o folheto para ler a visão do poeta. As Enchentes no Brasil no Ano Setenta e
Quatro e a Criação de Brasília marcaram época.
− Os folhetos mais longos de 32 ou 48 páginas, são romances, que narram histórias de ficção
ou carochinha;
− Os versos são escrtio em sextilhas (estrofes de 6 (seis) linhas com 7 (sete) sílabas cada uma,
com o seguintes esquema de rimas AXBXCX;
− Raramente são escritos em septilhas (AXBXCCX) ou décimos, que obedece aos esquemas
de rimas já consagradas na cantoria de viola, ABBAAXXOOX.
Após a conclusão do conteúdo exposto acima, posso afirmar que os resultados
foram satisfatórios, na medida em que a finalidade foi alcançada, qual seja: compreensão do
conteúdo por parte dos alunos. O conteúdo foi palanejado para ser trabalhado em 5h/a e foi
concretizado em 14h/a, devido ao nível restrito de conhecimento do assunto pelos alunos
(detectado na atividade de sondagem); a complexidade do tema; atividade oral desenvolvida
em sala; aprofundamento do conteúdo; uso do quadro de giz nas explicaçõs e resumo, etc. O
plano de aula é flexível, portanto o educador deve alterar o assunto a ser trabalhado
(aprofundamento) e a carga horária a ser desenvolvida, e tudo que julgar necessário para a
prática pedagógica eficiente. Logo não importa se o conteúdo vai ser aplicado em tempo
superior ao previsto, o importante é o processo e o produto. Quanto a estes foi satisfatório.

Anúncios

Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

About author

The author does not say much about himself

Pesquisar

Navegação

Categorias:

Links:

Archives:

Feeds

%d blogueiros gostam disto: